Dia d@ Bartender com as Divas no Boteco

No dia 04 de outubro, é comemorado o Dia d@ Bartender, profissional que cria e serve drinks elaborados, como é o caso das divas Adriana Pino e Talita Simões, do restaurante Méz e Oguru Sushi & Bar, respectivamente. São elas as responsáveis por assinar as cartas dos espaços paulistanos, localizados no Itaim Bibi, e imprimir seus estilos únicos em suas criações.

Quando eu conheci a Adriana Pino, ela era a Menina no Boteco do Brown Sugar, e eu soube na hora que ela era muito mais que uma bartender incrível que gosta de um bom papo de balcão. A sintonia entre nós foi tão legal, que viramos amigas dentro e fora do boteco.

IMG_3892

Com 11 anos de experiência, Adriana Pino usa e abusa de bons ingredientes para traçar uma carreira de sucesso como bartender: simpatia e competência. Foi a primeira classificada para o World Class Brasil 2016 e agora ela é a Diva no Boteco do Méz, no Itaim Bibi, que abriu suas portas em abril para oferecer coquetelaria e gastronomia em ambiente de estilo nova-iorquino. Adriana prepara diariamente drinks exclusivos, clássicos ou tradicionais que já ganharam consagração e muitos fiéis. “Venho aperfeiçoando a arte da coquetelaria clássica e moderna, estudando e experimentando novas misturas, combinando sabores e descobrindo um mundo de possibilidades”, afirma Adriana.

Já a Talita Simões, eu conheci quando ela era a Menina no Boteco do Side, depois presenciei seu show de Gim Tônicas no G&T, e fui testemunha da carta de drinks sensacional que ela fez para o Town Sandwich Co. Agora ela desenvolveu a carta de coquetelaria e é a Diva no Boteco do Oguru Sushi & Bar, localizado na mesma região de São Paulo.

IMG_3442

A bartender é uma das mais renomadas do Brasil e sempre encara um novo projeto de maneira exclusiva, além de desenvolver um trabalho especial e raro, focado na experiência sensorial que as bebidas podem proporcionar. Em 2011, Talita participou da final do concurso de coqueteleira Diageo World Class, concorrendo ao título de melhor bartender do mundo e chegando em 2º lugar como a melhor de toda a América Latina. Além disso, a responsável pela carta de drinks do sushi e bar no Itaim faz parte também do comitê internacional de Londres que determina, anualmente, os 10 melhores bares do mundo.

Quer conferir o trabalho das duas de pertinho? Abaixo estão os detalhes dos estabelecimentos e, em breve, eu trago mais novidades sobre essas duas Divas no Boteco!

Méz

Endereço: Rua Dr. Mario Ferraz, 561 – Itaim Bibi

Telefone: (11)2538-8197

Horário de Funcionamento: Segunda-feira: das 12h às 15h (almoço); Terça, quarta e quinta-feira: das 12h à 1h (das 15h às 19h – apenas área do Terraço); Sexta-feira: das 12h às 2h (das 15h às 19h – apenas área do Terraço); Sábado: das 12h às 2h; e Domingo: das 12h às 17h.

Forma de pagamento: Aceita todos os cartões.

Capacidade: 100 lugares sentados + área externa

Valet: R$ 25

Facebook: www.facebook.com/mez.sp

Instagram: @mez.sp

Wifi Sim / Acessibilidade Sim

Oguru Sushi & Bar

Endereço: Rua Campos Bicudo, 141 – Itaim Bibi

Telefone: (11) 2609-2622

Horário de Funcionamento: Almoço de Segunda a Sexta das 12h às 15h; Sábado e feriados das 12h às 16h; Jantar de Segunda a Quarta das 19h às 23h; Quinta a Sábado das 19h à 00h; e feriados até às 23h.

E-mail: contato@ogurusushibar.com.br

Forma de pagamento: Visa, Master, Amex, Elo e Vale Refeição

Capacidade: 60 lugares

Valet: R$ 20

Facebook: www.facebook.com.br/ogurusushibar

Instagram: @ogurusushibar

Wifi Sim / Acessibilidade Sim

Holy Pasta, boteco sobre rodas

Comida sensacional, cerveja gelada e o atendimento indefectível fazem do Holy Pasta o melhor boteco sobre rodas, porque na rua é bem mais da hora, my friend!

Já tinha ouvido falar muito do Holy Pasta e já salivei bastante acompanhando sua página no Facebook e seu perfil no Instagram. Também já tinha acompanhado o trabalho do Adolpho Schaefer, dono do Holy Pasta, no programa Food Truck – A Batalha, do GNT. Mas foi na final do Jameson Bartender’s Ball que eu conheci o Adolpho pessoalmente, naquela ocasião eu era uma das juradas da competição e ele era o apresentador do evento, e foi muito legal porque o cara é simpático e divertido de verdade! Depois disso a vontade de conhecer o Holy Pasta só aumentou!

IMG_3893

O Holy Pasta tem uma loja fixa na rua Rodesia, 164, na Vila Madalena, em São Paulo. Mas o Food Truck está cada dia em um lugar estratégico perto de metrôs e de grandes centros empresariais, é possível conferir a agenda com os endereços nas redes sociais do Holy Pasta. Fui numa sexta feira, na rua Pais Leme, altura do número 500, e lá estavam eles à postos com aquele cheiro de macarrão irresistível.

Como ainda era cedo e eu tinha acabado de tomar café da manhã, sentei num banquinho e só fiquei observando o movimento. O Adolpho conta com a ajuda da Julieth, do Igor e do Marcelo, são quatro pessoas trabalhando num ritmo insano dentro do Food Truck para tudo sair nos conformes!

As opções de pasta são muitas, no dia que eu fui tinha o tradicional Holy Mac’n Cheese (macarrão espiral com molho de queijos com bacon e nachos, R$22), o Lemon Core (espaguete ao limone com mix de cogumelos, R$22), o H.P.I.T (ravióli integral com muçarela de búfala ao pesto de manjericão, R$25), o Holy Nutz (ravióli verde com ricota e nozes ao molho branco, R$22), o The Bulldog (nhoque à bolonhesa, R$20), o Especial Pais Leme (espaguete ao alho e óleo, com carne louca, creme de gorgonzola e parmesão, R$22) que fez o maior sucesso e acabou super rápido, o meu escolhido S.P. (pene ao ragu de porco hot, R$18, foto abaixo), o Old School (fettuccine ao pesto de manjericão, R$18), o Back to Basics (fettuccine ao pomodoro, R$18), além do Sanduba do Vagabundo (carne louca com creme de gorgonzola na baguete, R$16) e de sobremesa a indispensável Holy Rabanada (com doce de leite, R$6, foto abaixo). Ainda é possível adicionar almôndegas (cinco unidades) em todos os pratos por R$6.

Holy Pasta

 

Ah, para acompanhar tanta comida boa eles oferecem cerveja Miller, refrigerantes, chá gelado e água.

Gente, não perde tempo comendo em lugarzinho meia boca não, vai até o Holy Pasta e descubra que a felicidade é acessível e pode ser embalada para viagem por mais R$1,50. 😉

Porque na rua é bem mais da hora, my friend!

Town Sandwich Co, coquetéis com personalidade!

Mais um endereço de peso para a coquetelaria nos Jardins, em São Paulo. Muito além dos sanduíches, no Town Sandwich Co, você encontra coquetéis com personalidade!

Inaugurado em julho de 2015, na Rua Doutor Melo Alves, 445, o Town Sandwich Co, comandado por Lucas Bassoleil em sociedade com os amigos Dionisios Vossos e Danilo Belfort, já era famoso por seus sanduíches modernos e diferenciados.

IMG_3454

Mas agora com a consultoria do The Little Gin Lane, parceria das bartenders Talita Simões e Nina Rodrigues, os coquetéis foram repaginados e estão sensacionais! Ainda bem que o bar do Town Sandwich Co fica de frente para um parklet, porque a calçada da Rua Doutor Melo Alves vai ferver!!

Os coquetéis que me surpreenderam e merecem destaque são o Moscow Mule (Vodka, suco de limão, simple syrup e espuma de gengibre), os Gim Tônicas que são a especialidade da Talita, entre eles o GT Forest (Gin Beefeater, gomos de tangerina e siciliano, angostura bitters, manjericão e tônica), o GT Town (Gin Beefeater, redução de capim santo, cardamomo, tomilho maçaricado e tônica), o GT Haway (Gin Beefeater com infusão de hibiscos, zimbro, canela, alecrim maçaricado e tônica, e o GT California (Gin Beefeater, redução de pimenta, semente de maracujá, siciliano e tônica).

Town-001

Porém, o mais inusitado e espetacular é o Bloody Head (defumado 2636 Vodka, suco de tomate temperado, bacon e salsão), essa versão defumada do Bloody Mary vem em um frasco em formato de caveira e serve quatro pessoas, isso mesmo, é um coquetel para ser compartilhado!

Para acompanhar os coquetéis com personalidade do Town Sandwich Co, sugiro as porções de Falafel (no prato servido com homus, acompanha pão pita) e de Fritas com Costela Desfiada e Fondue de Queijo que é um absurdo de tão boa!

Town

E como não dá para sair de lá sem comer um dos célebres sanduíches do Town Sandwich Co, minha sugestão vai para o Calamari (lula puxada com bacon, cebola roxa, tomate cereja, uva, páprica e limão siciliano com molho tártaro no pão de hot dog), que é de lamber os dedos e harmoniza perfeitamente com os Gin Tônicas!

Vá, coma, beba e seja feliz!

Para maiores informações, clique sobre o nome do estabelecimento no texto.

High Line Bar, botecagem com estilo

Baseado no famoso High Line de Nova Iorque, no High Line Bar você encontrará um verdadeiro ponto turístico, um espaço multicultural, com quatro ambientes ideais para uma botecagem com estilo.

Inaugurado em abril de 2016, na Rua Girassol, 144, na Vila Madalena, o High Line Bar é muito diferente de todos os outros bares do bairro, ele conserva a atitude cultural e vanguardista da Vila Madalena, porém eleva a botecagem à patamares bem mais altos, alcançando um público muito mais parecido com o do Itaim Bibi ou Vila Olímpia.

Lá é comum você esbarrar em muitos homens engravatados e mulheres em saltos astronômicos, normal para a proposta do lugar que é de unir boa gastronomia, música eletrônica e drinks.

High Line

O High Line Bar é dividido em quatro ambientes, um deck que fica na entrada com grandes mesas comunitárias, um bar que fica entre o deck e a pista de dança, a pista de dança propriamente dita e o roof top, o espaço mais concorrido da casa, e é lá que fica a linha de trem que faz lembrar o High Line de Nova Iorque!

O bar oferece oito opções de coquetéis autorais, desenvolvidos pelo bartender Vinícius Ribeiro Gomes, e mais sete opções de clássicos, além de shots. Os meus drinks preferidos são o High Line (Vodka Finladia lime, simple syrup, limão siciliano, bitter de laranja e maracujá, R$29,90; foto abaixo à esquerda), o Potter Tiki (Rum Bacardi 8 anos, cachaça Leblon Signature Merlet, limão tahiti, xarope de abacaxi e ginger ale, R$24,90; foto abaixo, ao centro) e o Jardim Suspenso (Gin Bombay, Martini Bianco, mix de ervas finas, simple syrup e limão siciliano, R$29,90; foto abaixo, à direita).

High Line-001

Para acompanhar os coquetéis sugiro os appettizers: Roast-Beef (Crostini de rosbife, maionese dijon, brotos de agrião e purê de tomate com jalapeño, R$28,90; foto abaixo, à esquerda), Pork Fritters (bolinho de batata recheado com paleta de porco, marinado e cozido em baixa temperatura, molho de jalapeño defumado e barbecue de porco, R$26,90; foto abaixo, à direita) e Mini Sandwich Smoked Salmon and Avocado (4 un.) (Salmão defumado da casa, creme cítrico de avocado, mizuna e broto de alfafa, R$32,90; foto abaixo, à direita inferior).

High Line-002

Para aguentar uma noite de muita dança e ainda ser feliz, eu sugiro o prato Braised Pork, Potato and Mushrooms (Barriga de porco com purê rústico de batata, cogumelos, chalotas e syrup pork sauce, R$42,90; foto acima, ao centro).

E até o dia 31 de agosto o High Line Bar está realizando a campanha #MENUHIGHLINE, você tira foto de qualquer prato ou bebida do High Line Bar e posta no Instagram com a hashtag #MENUHIGHLINE, as fotos mais legais ganharão um jantar para duas pessoas.

Para maiores informações, clique sobre o nome do estabelecimento, no primeiro parágrafo do texto.

 

Solo Cozinha & Bar, tem tudo que a gente gosta

Sem frescuras ou gourmetizações infundadas, o Solo Cozinha & Bar tem tudo que a gente gosta, por um preço justo e uma qualidade impecável.

IMG_2983

Em um domingo de sol, eu fui sozinha conhecer o Solo Cozinha & Bar, localizado na Rua Simão Alavares, 484. Escolhi uma mesa no deck que fica na entrada do restaurante e fui prontamente atendida por um garçom super simpático que me ofereceu uma prancheta com duas folhas. Este é o cardápio! Para alguém que tem ascendente em libra e, consequentemente, sofre de indecisão crônica, quanto menos opções melhor, adorei!

Mas de uma coisa eu tive certeza assim que eu cheguei no Solo Cozinha & Bar, iria experimentar o tal Rabo de Galo por R$12, porque se além de ter um preço ótimo ele ainda fosse bom, eu iria me apaixonar… Quem me conhece sabe que o Rabo de Galo é o “drink da minha infância” e que eu não resisto nunca!

IMG_2987

Confesso que fiquei em dúvida sobre o que pedir de entrada, o bolinho de polenta com gorgonzola (R$19), a coxinha de pato (R$24) e o porco confitado com picles da casa (R$21), chamaram minha atenção. Pedi a sugestão do garçom e ele disse que a coxinha de pato era um sucesso, pedi e não me arrependi, comi todas, sozinha, numa perfeita harmonização aviária com o meu querido Rabo de Galo.

IMG_2990

Chegou a hora do prato principal e meus instintos falaram mais alto, fui direto na barriga de porco, quirela de milho e couve queimada (R$38). Minha gente, segurem todos os forninhos, o que significa essa barriga de porco? Quem é o/a chef??  Quando eu já estava terminando de raspar o prato, comendo até o pé da mesa, o chef apareceu! O nome dele é Danilo Gozetto e ele é muito talentoso! Me contou que optou por um cardápio enxuto com tudo que ele gosta. Querido, nós gostamos das mesmas coisas!!

Como porco e cachaça foram feitos um para o outro, eu pedi uma caipirinha de limão rosa e cachaça artesanal (R$19) para acompanhar o prato.

IMG_2992

 

E quando eu achei que não aguentaria comer mais nada, a moça da mesa do lado disse que eu não poderia deixar de experimentar a sobremesa “pavê da mãe”, o Danilo contou que é a receita de pavê que a mãe dele faz, e é realmente imperdível!

Foi um domingo que eu estava “solo”, mas que encontrei companhia em um lugar acolhedor, com uma comida super gostosa e com pessoas muito gentis. Vou voltar sempre!!

Para maiores informações, clique sobre o nome do estabelecimento, no primeiro parágrafo do texto.