Cervejaria Guerrilha! – A Revolução é Líquida

No último sábado estive no pré-lançamento da Cervejaria Guerrilha!, com uma proposta de revolução líquida por um mundo melhor, durante o Festival TRESPRAUM, em São Paulo.

guerrilha-01

A Guerrilha! é uma cervejaria artesanal que busca valorizar as expressões artísticas, culturais e sociais que mudam o mundo para melhor, e eu pude conhecer em primeira mão seus três primeiros rótulos cujos estilos são: Hop Lager, India Pale Ale e Witbier, que são maravilhosas!!!

O lançamento oficial da Cervejaria Guerrilha! acontece no dia 18 de dezembro, no bar São Paulo Tap House.

Cervejaria Guerrilha! é criação do cervejeiro Eduardo Eloi, que começou a produzir cerveja em casa em 2012. Formou-se em Direito, mas percebeu que sua carreira é com o universo cervejeiro e, após ter frequentado o curso de cervejeiro do Senai, decidiu mudar de profissão e se aventurou no mundo das cervejas. O conceito da Cervejaria Guerrilha! surgiu a partir de reflexões do idealizador da cervejaria e relações com outros movimentos artísticos, culturais e sociais.

“Todo cervejeiro caseiro experimenta uma sensação de liberdade e de pertencimento, pois passa a criar algo que antes apenas comprava. Gosto de pensar que seremos uma sociedade mais aberta, mais viva e mais bonita no futuro e eu gostaria de expressar essa atitude de mudança em uma cerveja e marca; então pensei na expressão Guerrilha!, como conceito que comunica essa necessidade de mudar, de ter mais liberdade na vida, e como forma de valorizar todos os pequenos movimentos pessoais e diários que podem mudar o mundo pra melhor”, explica Eduardo Elói, idealizador da Cervejaria Guerrilha!.

guerrilha-001

Juntamente com seu amigo e também cervejeiro Igor Puorro, Eduardo desenvolveu as três receitas que iniciarão o portfólio da Cervejaria Guerrilha!: Uma Hop Lager, com 4,5% de teor alcoólico, cerveja clara de corpo leve, com amargor presente e aroma de frutas tropicais; uma American IPA, com 5,5% de álcool, de cor dourada, com amargor marcante, notas de caramelo e aroma cítrico intenso e resinoso, provenientes dos lúpulos americanos e uma Witbier, cerveja de estilo belga, com 5,0% de teor alcoólico, de corpo aveludado, decorrente das adições de trigo e aveia, que tradicionalmente conta com adição de especiarias e que nessa versão inclui sementes de coentro, zimbro, pimenta rosa e casca de limão cravo.

“Produzimos essas cervejas pensando em proporcionar três experiências bem diferentes aos consumidores. Desde o começo quando estávamos fazendo cerveja em casa, tínhamos o objetivo de produzir algo novo para nós mesmos. Resolvemos compartilhar isso com outras pessoas incentivando-as a mudarem a sua própria realidade e fazerem o que gostam”, afirma Igor Puorro, cervejeiro da Guerrilha!.

A Guerrilha! será produzida em parceria com a cervejaria Guilda GIV–da cidade de Barretos-SP, aberta em 2015. A parceria vai além da produção de cervejas; englobará também o melhoramento técnico da cervejaria, a diminuição de custos e o apoio mútuo para a distribuição.

“Conheci o sócio da Guilda, Walter Soares, há três anos no curso do Senai em Vassouras. Conversando sobre nossos projetos, percebemos a oportunidade de nos ajudarmos. Creio muito no sucesso dessa parceria, que é diferente do modelo de terceirização que vigora hoje em dia. Nossa cerveja estará presente no Oeste e iremos trazer a Guilda GIV para a capital”, afirma Eduardo.

guerrilha-02

As três primeiras cervejas da Guerrilha! poderão ser encontradas primeiramente em chope, no lançamento oficial no bar São Paulo Tap House no dia 18, e, posteriormente, nos principais bares e empórios da cidade, engarrafadas em 310 ml.

“Não queremos apenas trazer boas cervejas. Nosso objetivo também é caminhar junto com a outros movimentos que estão acontecendo ao nosso redor. A expectativa é poder participar dessa transformação da cidade, oferecer produtos de qualidade e estar ao lado das pessoas que estão em busca de inovação, de novas expressões de vida”, finaliza Eduardo.

Vida longa à Guerrilha!

Carolina Ronconi

Nascida em São José dos Campos, em 10 de janeiro de 1983, de uma família na qual tudo é motivo de festa, formou-se em Fonoaudiologia pela PUC-SP, é especialista em Voz (Santa Casa-SP), Administração de Empresas (FMU-SP) e Gestão de Sistemas e Serviços de Saúde (CESCO-FMABC). Sempre gostou de cachaças e come até pedra, se estiver bem temperada. Morou em São Paulo por 12 anos, onde frequentou, praticamente, todos os bares. Depois morou em Montreal (Canadá), onde se apaixonou por cervejas artesanais. Até voltar para o interior de São Paulo e fazer do Boteco o seu mais novo escritório.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Resolva: *