4° Campeonato Brasileiro de Sommeliers de Cervejas

No dia 2 de abril, o Instituto da Cerveja Brasil, elege o melhor Sommelier de Cervejas do país! A escola de ensino cervejeiro promove em sua sede etapa final e aberta ao público (só para convidados) do 4° Campeonato Brasileiro de Sommeliers de Cervejas.

No próximo final de semana, nos dias 1 e 2 de Abril, o renomado Instituto da Cerveja Brasil promove a final do 4° Campeonato Brasileiro de Sommeliers de Cervejas. No primeiro dia, das 14h30 às 15h30, acontece a prova prática de identificação de estilos de cerveja e defeitos sensoriais. No domingo, 2 de abril, acontece a etapa final, que é aberta ao público(só para convidados) e desafia os Sommeliers com prova oral de degustação e serviço, das 9h30 às 12h. O anúncio do vencedor acontece na data, às 13h30. Quem se sair melhor na competição será premiado com um lupulado tour pelas instalações da Barth-Haas, em Vale de Yakima (EUA).

Para avaliar os profissionais cervejeiros que foram para a fase final do campeonato, a mais importante competição do segmento no país, o ICB reuniu um time de respeito: Cássio Piccolo, proprietário do bar Frangó, consultor e especialista em cervejas, Daniela Dezordi, engenheira química com metrado em cervejaria na UCL- Bélgica e sommelière de cervejas, Edu Passarelli, empresário, gastrônomo, sommelier de cervejas e colunista da revista Prazeres da Mesa, Alexander Weckl sommelier de cervejas, mestre cervejeiro, especialista de mercado e assistente técnico de Agrária de Malte e Alfredo Ferreira, um dos sócios fundadores do Instituto, químico formado pela UNICAMP, com 18 anos de experiência em produção R&D e Qualidade em cervejarias, consultor de cervejarias na área de produção e desenvolvimento de produtos, além de ser degustador oficial do World Beer Cup (EUA) e European Beer Star (EUA).

Sobre Instituto da Cerveja Brasil: No início de 2010, Estácio Rodrigues entrou em contato com os amigos Alfredo Ferreira e Kathia Zanatta e expôs a ideia de criar um curso sobre cervejas especiais, na Associação Brasileira de Sommeliers, em São Paulo (ABS-SP). Kathia, que em 2008 estudou em renomadas instituições da Alemanha e Áustria, retornou como a primeira Sommelier de Cervejas do nosso país. Então, os três começaram a construir o 1º curso de Sommelier de Cervejas do Brasil. Eram muitos anos de experiência, em diversas áreas do universo cervejeiro, somados para dar início a este grande projeto. O sonho começou a tornar-se realidade em 14 Agosto de 2010, com a primeira turma do curso de Sommelier de Cervejas em São Paulo. O sucesso foi tanto que hoje, quase sete anos depois, já são mais de 7.000 alunos formados em 7 estados do país. A consolidação e o reconhecimento do ensino de qualidade vieram com os demais cursos desenvolvidos, entre eles: Introdução ao Universo das Cervejas Especiais, as especializações em Serviço de Cerveja, em Análise Sensorial e Off-Flavours, Harmonização e o renomado curso Mestre em Estilos®, primeiro curso de especialização para os Sommeliers de Cerveja do Brasil. Além do curso Avançado de Tecnologia Cervejeira, em parceria com a maior universidade formadora de Mestres Cervejeiros do mundo, a Universidade de Weihenstephan na Alemanha, que vem formando profissionais altamente capacitados para atuarem na produção cervejeira em todas as regiões do país.

arte icb

Serviço:
Final 4°Campeonato Brasileiro de Sommelier de Cervejas : 2 de abril, das 9h30 às 12h

Instituto da Cerveja Brasil
Endereço: Avenida dos Carinás, 417
Telefone: (11) 5097 9497
https://www.institutodacerveja.com.br/
https://www.facebook.com/institutodacerveja/?fref=ts

Mais informações:
Com Mariana Buck ( mariana.birracomunica@gmail.com / (11) 99748-2186

Carolina Ronconi

Nascida em São José dos Campos, em 10 de janeiro de 1983, de uma família na qual tudo é motivo de festa, formou-se em Fonoaudiologia pela PUC-SP, é especialista em Voz (Santa Casa-SP), Administração de Empresas (FMU-SP) e Gestão de Sistemas e Serviços de Saúde (CESCO-FMABC). Sempre gostou de cachaças e come até pedra, se estiver bem temperada. Morou em São Paulo por 12 anos, onde frequentou, praticamente, todos os bares. Depois morou em Montreal (Canadá), onde se apaixonou por cervejas artesanais. Até voltar para o interior de São Paulo e fazer do Boteco o seu mais novo escritório.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Resolva: *