Meninas Por Aí – Tour Cervejeiro em Pinheiros

O nosso Projeto tem nos presenteado com experiências muito especiais, é muito gostoso transformar encontros virtuais em encontros reais. Tivemos a felicidade de sermos apresentadas ao Beer Sommelier Luís Celso Jr., do Blog Bar do Celso. O conhecemos por intermédio do Eduardo da Tv Cerveja no Terceiro Encontro Gourmet, no stande da Cervejaria Baden Baden. No dia seguinte, tivemos a surpresa de reencontrá-lo no Aconchego Carioca no lançamento da Cerveja Electra. Lá tomamos umas cervejas juntos e ele gentilmente topou nos guiar por um Tour Cervejeiro no Bairro de Pinheiros, em Sampa. É claro que adoramos a ideia e marcamos  uma data logo na sequência.

Data marcada, roteiro definido e horários ajustados. A intenção era fazer as quatro principais cervejarias do bairro e degustar as cervejas e petiscos de cada uma, tudo com o acompanhamento do especialista no assunto. Decidimos fazer o tour a pé e de bike devido a proximidade dos bares e também porque beber e dirigir não é uma boa combinação. Confiram no mapa nosso itinerário.

A primeira parada foi no Empório Alto dos Pinheiros, lugar com uma imensa variedade de rótulos e gadgets cervejeiros, além das mais de 30 torneiras de chopes de diversas marcas nacionais e importadas. Com certeza é um dos bares mais completos do ramo da cerveja. O cardápio de lá também é bem bacana, com petiscos de boteco, sandubas e pratos mais elaborados para harmonizações de todos os níveis. O local é o ponto de encontro dos beer geeks, donos de cervejarias e entendidos do assunto. Predominava o público masculino, mas o Celso disse que o feminino vem crescendo no consumo de cervejas artesanais. Adoramos a ideia do EAP de ter mesas externas compartilhadas que estimulam o relacionamento entre pessoas desconhecidas, porém, achamos o serviço um pouquinho demorado! Também sugerimos que os toaletes do térreo sejam repensados para as meninas! Cerveja e fila no WC não combinam, certo girls?

Fotos2

Escolhemos, com auxílio do Celso, um mix de variedades de chope para entendermos um pouco a diferença entre um tipo e outro acompanhado de petiscos leves e kaftas de cordeiro, pois estávamos só começando. Além do mix, pudemos experimentar, uma cerveja curtida em barril de uísque, achamos sensacional!!!

 EP

Nosso tour seguiu e paramos no novíssimo Café Delirium São Paulo, recém inaugurado. Fomos acompanhados pelo Paulo (sócio do EAP e do Delirium Café), que  nos conheceu na primeira parada e caminhou conosco até sua outra casa. Ele nos apresentou toda a instalação e nos acompanhou na rodada de cervejas também. O local é muito bonito, com decoração bem pensada, vários ambientes diferentes, gente bonita e muitas mesas cheias de meninas apreciando cervejas especiais. A promessa é de terem uma lojinha com muitos itens e acessórios da Delirium para quem é fã da marca. Nós adoramos o elefantinho rosa, a Dri quer um para decorar a casa dela e a Carol quer uma torneira de chope de elefantinho cor de rosa!

Fotos9

Fotos8

Optamos por Cervejas Belgas, país de origem da Cerveja Delirium, por sugestão do nosso guia. Escolhemos dois rótulos da Delirium e outros chopes belgas, acompanhados de batatas belgas (elas são importadas de lá), e coxinhas pra manter o nosso clima de boteco, rs! A casa tem uma carta gigante de cervejas e um cardápio interessante. Está num esquema de soft opening e ainda não tem tudo disponível para venda mas acreditamos que a cozinha de lá pode vir a ser bem interessante. Vale voltar mais vezes para conferir.

IMG_2424

Fotos7

A terceira parada foi na Cervejaria Nacional, com seus dois andares cheios de mesas e muita gente bonita também. Por orientação do Celso, deixamos para comer de verdade lá, pois, segundo ele, era o melhor custo benefício. O local é bem bacana, não tão bonito como o Café Delirium, mas conquistou pelo atendimento e pelo clima. Só faltou uma área externa, mas é compensado pelo ambiente interno super agradável e amigável.

Fotos3

Pedimos o Sampler de Chopes da Casa e  tivemos uma explicação combinada do staff e do nosso beer sommelier. É muito legal aprender sobre o mundo das cervejas de verdade!! Para comer, fomos de burgers, o Maracanã e o Minerão (deliciosos), e uma entradinha de pão de malte com manteiga de cerveja! O cardápio de lá tem várias coisas com malte! Pão, pudim, sorvete de cerveja! Sem dúvida o cardápio mais interessante do passeio. Ficamos com vontade de voltar várias vezes para comer mais! As porções são generosas com preços bem justos. Dica: lá a água é cortesia, eles servem a água que é tratada para ser usada na fabricação da cerveja. Um mimo inteligente e carinhoso! O atendimento da Cervejaria Nacional foi, com certeza, o melhor de todos, atencioso, rápido e eficiente.

Fotos4

IMG_2453

Terminamos nosso Tour Cervejeiro em Pinheiros no Brew Dog Bar, cervejaria com cara de menino e decoração inspirada em oficina mecânica. A cerveja é ótima, bem tirada mas o atendimento é OK,  você retira tudo no balcão e ainda cobram 10%. O cardápio de lá é bem restrito, tem poucas opções, basicamente só petiscos e alguns burgers. Definitivamente não é um lugar para comer e ficar muito tempo, na nossa opinião, ficar levantando toda hora para pegar bebida não combina com botecagem. Vale pela cerveja boa e para conhecer o conceito, também comprar algumas garrafas e levar para casa.

Colagens

Foram visitadas quatro cervejarias, com aproximadamente oito horas de duração. Pode até parecer cansativo, mas foi muito, muito divertido. Em cada parada conhecemos pessoas diferentes, algumas nos acompanharam na caminhada e ao longo do processo iam abandonando o barco. Fora que a oportunidade de caminhar, a pé, em Sampa é revigorante, com amigos e sem a correria padrão, é algo quase inusitado. Saímos do tour com uma bagagem que nos permitirá consumir cerveja com outros olhos e outro paladar. Definitivamente iremos beber melhor daqui em diante.

IMG_6494

Celso, Carol, Tati, Dri, Paulo, Liane e Orlando