The Little Gin Lane – Meninas e Gim pelo Brasil afora

Os apaixonados por Gim, ganham uma nova opção para saborear bons drinksTalita Simões está a frente do projeto The Little Gin Lane, com a missão de levar drinks com Gim para vários pontos de São Paulo e do Brasil.

A conceituada bartender Talita Simões, em parceria com a, também talentosa, Nina Rodrigues, está criando drinks exclusivos e com ingredientes regionais, sempre valorizando o destilado com releituras saborosas de Gim Tônica como carro chefe, além dos clássicos super bem executados.

Captura de tela inteira 20062016 150051.bmp

The Little Gin Lane tem como objetivo promover a integração entre renomadas marcas de bebidas e espaços premium, para os apreciadores de coquetelaria, além de levar o conceito de Bar Itinerante de GIN, mantendo o preço acessível dos drinks, divulgando através de redes sociais como, Instagram, Food Pass e Snapchat para os apreciadores de Gim; e, ainda, criar periodicamente encontros aos amantes de G&T, sempre em um lugar badalado, com um público jovem e que aprendeu a gostar de Gim, dando uma roupagem moderna com os drinks exclusivos de Talita Simões.

Entre em contato e saiba como levar o The Little Gin Lane ate você! Restaurantes, cafés, inaugurações de lojas, exposições, barbearias, em sua casa, na praia, no campo, na montanha, festas, eventos, happy hours e open houses.

Nossa missão é espalhar a coquetelaria e os bons drinks por todo o Brasil!

Contatos:
e-mail: projetoginlane@gmail.com
Instagram: @thelittleginlane

Guia de Rodas: Uma ideia quando é boa, é boa para todos.

Um aplicativo que avalia estabelecimentos conforme sua acessibilidade, esse é o Guia de Rodas: uma ideia quando é boa, é boa para todos.

Uma amiga comentou sobre um aplicativo que avaliava a acessibilidade de bares e restaurantes, fiquei super curiosa e fui conversar com o Bruno Mahfuz, idealizador do Guia de Rodas. Ele me explicou que o Guia de Rodas tem como objetivo CONSCIENTIZAR, SENSIBILIZAR e ENGAJAR a SOCIEDADE na questão da acessibilidade, além de RECONHECER e DIVULGAR os estabelecimentos que primam por ela.

guiaderodas

Ainda existem muitos estabelecimentos sem acessibilidade no Brasil, o que dificulta a vida de milhões de pessoas com dificuldade de locomoção. Para agirmos com eficiência nesse problema, é preciso primeiramente mudar o conceito que muitas pessoas têm sobre acessibilidade. Um dia, em qualquer momento da vida, muitos precisarão de instalações acessíveis, seja por limitação provisória ou permanente.

Desta forma, o Guia de Rodas permite que qualquer pessoa avalie qualquer estabelecimento, do ponto de vista da acessibilidade, bares, restaurantes, cinemas, teatros, estádios, parques, shopping centers,  igrejas, escolas, universidades, supermercados, instituições financeiras… Todos os lugares podem ser avaliados por qualquer pessoa!

O Bruno também me convidou para participar de um dos vídeos de divulgação do aplicativo Guia de Rodas e o resultado ficou muito legal!

Baixe o aplicativo Guia de Rodas e avalie em até 30 segundos a acessibilidade dos estabelecimentos que você frequenta. Como resultado, milhões de pessoas com dificuldade de locomoção poderão sair de casa mais tranquilas, pois saberão quais são os locais adaptados para recebê-las.

Porque uma ideia quando é boa, é boa para todos.

Para maiores informações, clique no nome do aplicativo, no primeiro parágrafo do texto.

Meninas Empoderadas no Boteco

Quem acompanha meu Instagram ou Snapchat (caronconi) já está sabendo que ontem à noite eu assisti ao filme She’s Beautiful When She’s Angry no Netflix. O filme fala sobre o movimento feminista nos Estados Unidos durante os anos 60, e que lembra um pouco da Primavera Feminista que vivemos aqui no ano passado.

Depois que o filme acabou eu fiquei pensando em como poderia ajudar no empoderamento feminino, e como sou habilitada pela Cambridge para dar aulas de inglês, tive a ideia de dar aulas de inglês para MULHERES por um preço promocional de R$25 a hora/aula, via Skype ou FaceTime.

Como eu tenho outros trabalhos, no poderei me dedicar exclusivamente para este projeto, por isso, vou dar preferência para as bartenders e beer sommelières que estão participando de campeonatos internacionais.

Mas se você é mulher e quer aproveitar esta oportunidade, mesmo sem estar competindo, entre em contato, tenho horários alternativos.

Para o público em geral, o valor da aula, via Skype ou FaceTime, é de R$125 a hora/aula. O valor da aula presencial é de R$150 a hora aula, para turmas de 1 a 5 pessoas do mesmo nível de inglês, e podem ser ministradas em São José dos Campos ou São Paulo.

Por mais Meninas Empoderadas no Boteco, na frente e atrás do balcão, TALK to ME!

Machismo no Boteco, até quando?

Em comemoração ao Dia do Publicitário, nós viemos solicitar uma reflexão da sociedade em geral sobre o que está acontecendo com a publicidade de bebidas alcoólicas, principalmente das cervejas, ao redor do mundo. Machismo no Boteco, até quando?

Lá vem elas com esse assunto de novo? Pois é gente, já conversamos, explicamos, argumentamos, mas há uma resistência em admitir, e pior, em abandonar o machismo no boteco, até quando?

Até quando vamos ter que ver uma cerveja que nós adoramos e consumimos com o maior prazer, fazer uma propaganda dizendo que nós precisamos de heróis? Até quando a publicidade vai sustentar a ideia de que o único consumidor é o macho caçador? E de que é para ele que todas as propagandas têm que ser direcionadas?

Isso reforça a cultura machista, desrespeita e objetifica a mulher, faz com que o machismo seja naturalizado e aceito como normal.

Em 2015, uma ação inusitada do movimento cervejeiro americano #WeAllLoveBeer  respondeu a questão: “A voz das mulheres consegue ser ouvida em um bar?” de uma maneira criativa. O grupo instalou câmeras escondidas em bares e restaurantes dos EUA e o resultado é surpreendente: em uma cena que se repete dezenas de vezes, mulheres aparecem “decepcionadas” ao receberem drinques ao invés de cerveja –a bebida que todas elas haviam pedido aos garçons. Enquanto isso, os homens, igualmente decepcionados, recebem as cervejas, que não pediram.

“Isso acontece sempre que vamos a um bar: eles sempre colocam o Martini para ela e a cerveja para mim”, afirma um dos homens dos casais flagrados no filme. Em outro momento, uma das mulheres questiona o comentário de um garçom: “Qual é a aparência de quem bebe cerveja?”.

Ao expor de maneira simples, inteligente e criativa o preconceito velado no universo cervejeiro, o vídeo virou hit nas redes sociais e já teve mais de um milhão de acessos no Youtube.

“Infelizmente ainda somos vítimas de preconceito, talvez vinculado a uma cultura machista, que vincula o consumo de cerveja e as profissões relacionadas à bebida exclusivamente aos homens. Mas a cerveja é democrática em todos os sentidos: aromas, sabores e preços…”, afirma Káthia Zanatta, beer sommelière, sócia-diretora do Instituto da Cerveja, professora e co-fundadora do curso de Sommelier de Cervejas da Associação Brasileira de Sommeliers de São Paulo.

O consumo de bebidas alcoólicas entre as mulheres não para de crescer, os bares estão cada vez mais repletos de mulheres, e vocês, caros publicitários, acham mesmo que nós estamos a procura de um herói? Machismo no Boteco, até quando?

Táxi de graça nas noites de sexta e sábado

Até 26/12/2015, JOHNNIE WALKER e 99Taxis oferecem táxi de graça nas noites de sexta e sábado em ação de consumo responsável.

Faltam dois finais de semana para 2015 terminar e ainda dá tempo para ver e rever os amigos para um último happy hour de confraternização. E, para garantir uma volta segura para casa, deixar o carro na garagem é uma das melhores opções. Até 26/12/2015 (sábado), JOHNNIE WALKER e a 99Taxis oferecem táxi de graça para os brasileiros maiores de idade, nas noites de sexta e sábado, das 21h às 04h, por meio da campanha #HojeNãoDirijo.

Para usar o benefício de até R$ 30,00, é só baixar gratuitamente o aplicativo 99Taxis no smartphone e escolher, como forma de pagamento, a opção JOHNNIE WALKER #HojeNãoDirijo.

Somente na última temporada da campanha (realizada em agosto/setembro), 75,7 mil corridas de táxi de graça foram feitas, evitando acidentes de trânsito envolvendo bebida e direção. Em São Paulo, o número de corridas no período foi de 38,5 mil. A #HojeNãoDirijo tem apoio institucional do DETRAN-SP.

Responsabilidade global – Até o final do ano, JOHNNIE WALKER vai oferecer 450 mil quilômetros de corridas de táxi de graça em diversas partes do mundo, incluindo o Brasil todo, Londres, Madri e Edimburgo, além de outras cidades.

“Entendemos que a mudança de hábito exige uma comunicação constante. A #HojeNãoDirijo é a maior campanha de consumo responsável desse tipo no mundo. Foi criada aqui no Brasil e agora foi exportada para outros países. JOHNNIE WALKER é Keep Walking, que fala sobre progresso. E adotar um comportamento mais responsável no consumo é uma forma genuína de as pessoas evoluírem”, explica Álvaro Garcia, diretor de Marketing da Diageo no Brasil.

“Para nós da 99Taxis, a #HojeNãoDirijo é mais do que uma ação. Trata-se de uma plataforma. Está em nosso DNA a constante preocupação com os usuários e, ao incentivarmos o consumo responsável, ampliamos essa mensagem e a conscientização em relação à mudança de hábito”, comenta Maria Elisa Silva, diretora de Marketing da 99Taxis.

CAMPANHA #HOJENAODIRIJO NOS HAPPY HOURS DE FIM DE ANO
Datas: dias 18 e 19/12 e 25 e 26/12.
App: 99Taxis.
Cidades: todo o estado de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília, Fortaleza, Salvador, Recife, Curitiba e Porto Alegre.
Regulamento: nas noites de sextas e sábados, das 21h às 4h, para maiores de idade, até 26/12/2015.
Benefício: até R$ 30,00 (Em todo o Estado de São Paulo) e até R$ 20,00 nas demais capitais.